Oficina 2 – Autopublicação em Quadrinhos, Arte e Literatura

Foto: Glauco Kuhnert

“Autopublicação em Quadrinhos, Arte e Literatura: dicas, truques e manhas sobre edição, direção de arte e produção gráfica”. O título é tão longo quanto a lista de tópicos programada por S. Lobo para esta oficina, que se propõe a englobar todo o processo de edição de publicações. Desde a criação de um roteiro até a seleção do suporte para a propagação e sua entrega ao público final, são muitas as competências a serem desenvolvidas e escolhas a serem feitas.
O mundo editorial se torna mais vasto a cada avanço tecnológico, tanto para quem se propõe a formatos impressos quanto para quem opta pelos formatos digitais. Softwares livres para edição, diagramação e tratamento de imagem, caminham em paralelo ao surgimento de tecnologias para impressão de baixas tiragens a preço acessível. Durante as 20h/aulas da oficina, serão tratados tópicos relativos a edição, produção editorial, design gráfico, produção gráfica e marketing. Também serão analisados cases de quadrinistas que tiveram sucesso na autopublicação e no mercado tradicional.

 

S. Lobo é um autor convidado pelo MinC para representar o Brasil no Salão do Livro de Paris, em 2015. Atualmente, é um dos responsáveis pela websérie “Quadrinho para Barbados”, dirigida ao público adulto.
Comandou as editoras Desiderata e Barba Negra e foi diretor de duas edições do Rio Comicon (2010 e 2011).
Publicou o quadrinho “Copacabana”, com desenhos de Odyr Bernardi, no Brasil (Desiderata / Aeroplano), na França (Varum) e em Portugal (Polvo).
Começou a carreira em 1991, como estagiário na Bienal de Quadrinhos do Rio de Janeiro. Após se formar em Publicidade, trabalhou por vários anos como diretor de arte. Em 1999, ganhou o primeiro lugar do Salão Carioca do Humor, com o quadrinho “Bingulu, o Homem mais Engraçado do Mundo”, do qual também fez o roteiro. Em 2003, fundou a revista de bolso Mosh!, que teve 12 edições e conquistou quatro prêmios HQ MIX.